domingo, 19 de outubro de 2008

Reflexões nada profundas...

Quando um amargo se torna doce, quando uma mentira vira verdade, quando uma tristeza vira alegria, quando um sonho vira realidade.

As vezes, me da vontade de escrever. Escrever muito muito muito, a vida toda, o dia, os pensamentos. As vezes me da crise de abstinência intelectual (seja lá o que isso signifique).

E as vezes, muitas vezes, me dá saudade do tempo em que a minha única preocupação era como eu ia pra UEMA ou qual matéria eu iria estudar pro vest, a tarde, entre a aula da manha e da noite do Terceirão.

2 Comments:

. Budz . said...

Esses momentos de introspectividade falam mais alto, com uma pequena ajuda da nostalgia!
E realmente, dá uma seca danada de escrever, eu por exemplo escrevo até sentir que a ponta dos meus dedos começam a ficar dormentes!

Mas pow, gostei da reflexão, singela e suave.

Cheguei aqui por acaso e gostei do que li e estou lendo!

Paz, cuide-se.

Filho de Vencedor said...

que bom que esse blog reviveu...não devemos perder mentes brilhantes, e ainda mais mentes que trabalham pela contrução de uma boa cultura e literatura.